quinta-feira, 15 de julho de 2010

The 2 days after Perito Moreno

Antes de começar, valeu Álvaro e Tássio... e Ricardo confesse que a bandeira e a camisa deram um colorido especial a paisagem... e Pai sempre com suas belas palavras, tenha certeza que estamos em sintonia e você sabe que o motivo deste blog é justamente este.
Resolvi condensar os 2 dois dias (13 e 14 de julho) em apenas uma postagem. Primeiro porque ficamos sabendo que os passeios de mini-trecking (que se faz em cima da geleira) estavam cancelados. Neste passeio ao final tomamos um uísque com o gelo retirado da geleira, mas este percurso só é permitido ser feito entre os meses de setembro a junho por conta das quedas bruscas de temperatura e pancadas de neve desta época... mas não tem problema, pois o passeio de ontem valeu a pena.
O segundo motivo foi que na terça-feira peguei uma infecção intestinal (porquê será????) e na quarta-feira foi a vez da Ivany... ainda bem que os meninos ficaram ok.
Outro passeio que pensamos em fazer era a cavalgada... andar de cavalo pelos campos e montanhas nos arredores da cidade durante o dia inteiro com uma parada para um churrasco a ser feito pela equipe de guias, mas como ficamos indispostos estomacalmente falando, preferimos não arriscar.
Por isto resolvi apenas alugar um carro e saimos para rodar pelas estradas da Patagônia admirando as pinturas naturais... só em fazer isto já é algo sensacional.

Aqui é a entrada da cidade.
O carro importado que alugamos.Olhem esta casa que fica a uns 5km de qualquer outra habitação
Uma paradinha na estrada para mostrar uma poça dágua.


Mais uma parada no lago congelado.Uma vista da cidade de El Calafate do lago congelado.
Mais um almoço com bife de chorizo no Vaca Atada ($ 48,00 pesos por pessoa).
Um omelete por $ 20,00 pesos por pessoa no La Esquina.
Fomos no Cassino (apenas Ivany e eu, pois os meninos não puderam entrar e ficaram jogando na internet) e investi $ 20,00 pesos... ganhei uns $ 130,00 nas máquinas de caça-niqueis logo no início, mas a ganância falou alto e pensei que seria meu dia de sorte e o investimento acabou se tornando despesa...é a vida...
Uma ponte de madeira para travessia de pedestres.
Aqui jantamos o famoso cordeiro patagônico ($ 52,00 para duas pessoas) no La Tablita.
Aqui um pôr do sol diferente, em cima da parte congelada do lago Argentino com a cordilheira dos Andes ao fundo e uma temperatura de -7 graus.
Amanhã voltamos para Buenos Aires... é uma pena deixar isto pra trás.

2 comentários:

Tassio disse...

Garotin... como Calafate é irado!!! Que lugar é esse... da vontade de não sair mais de lá.... Ainda bem que sem fotos com um certa camisa não apareceu mais....rsrsrrrr....abração!!!!

Alex disse...

Muitos lindas as fotos das geleiras de perito moreno! Tudibaum! E esse 'ahh muleke' do inacio,kkk, morro de rir!